Programa “Visite Caldas” é apresentado à cidade

por Rafael Melo, com foto de Cuia Guimarães

Na tarde da última terça-feira (11), empresários do setor do turismo, alimentação, representantes da administração municipal e de associações da economia solidária e de fomento do turismo se reuniram para conhecerem as propostas do Programa Visite Caldas, idealizado pelo Núcleo de Turismo da Aliança em Prol da APA da Pedra Branca, com apoio da Prefeitura de Caldas, por meio da Secretaria Municipal de Turismo e Cultura, e de empresários locais que contribuíram para a execução da primeira etapa das ações.

Na reunião, os participantes conheceram metodologia do programa que contempla três fases: promoção, formação e consolidação. Na primeira delas, iniciada no mês de fevereiro, foram mapeados e georreferenciados pontos de interesse turístico em todo o município de Caldas, como trilhas, rotas para mountain bike, 4×4, roteiros gastronômicos, de compras e artístico-culturais. Entre os locais visitados estão os distritos de Santana, São Pedro e bairros como Bocaina, Bom Retiro, Santo Antônio, Pedra Branca, Pocinhos do Rio Verde e a sede do município.

Durante a apresentação da metodologia do Visite Caldas, a turismóloga Paula Versiani Borges destacou a importância do turismo de base comunitária, onde cada morador e produtor pode ser protagonista de ações que contribuam para o desenvolvimento turístico do município, de forma sustentável. Ela também falou das fases seguintes que englobam a formação e capacitação de todos os envolvidos na cadeia do turismo para receber visitantes, como por exemplo, a qualidade do atendimento nos estabelecimentos; e a criação de receptivos turísticos em Caldas e Pocinhos do Rio Verde.

Em seguida, foi apresentado o modelo do site do Visite Caldas, que vai ser o portal oficial do turismo no município e vai reunir em um único espaço as opções de locais para alimentação, hospedagem, compras e as opções de roteiros e pontos de visitação em Caldas e na zona rural. O designer do site Felipe Silverio, da Agência Atma AG, explicou os mecanismos de impulsionamento e posicionamento do Visite Caldas na internet, como a compra de palavras chave e o monitoramento de palavras em destaque que variam ao longo do tempo. O jornalista Rafael Melo, responsável pela criação de conteúdo do Visite Caldas também falou sobre a visibilidade do município de Caldas na mídia e a importância de se ter na internet conteúdos que valorizem a cultura local.

Roda de Conversa

Após a apresentação do Programa Viste Caldas e do site, foi aberta uma roda de conversa entre os participantes. O presidente da Aliança em Prol da APA da Pedra Branca Daniel Tygel destacou a importância do projeto e disse que a ideia é ter o turismo com o que Caldas tem a oferecer, sem a necessidade de grandes intervenções. Em seguida, o Secretário Municipal de Turismo e Cultura Geraldo Magella apresentou as últimas ações da pasta em Caldas, com destaque para o Balneário de Pocinhos do Rio Verde que foi devolvido para o município, depois de ter sido gerido pelo Estado de Minas. O ecólogo Paulo Fernando Junqueira falou sobre a riqueza da flora local, especialmente da Pedra Branca e comentou também sobre o curso de capacitação de monitores de turismo, que já está em andamento. Um dos participantes do treinamento é Danilo Teixeira, proprietário do Hostel Guará, em Pocinhos, que junto do grupo, já planejam ações para o mês de julho, durante a Festa do Biscoito. A vereadora Ana Lúcia Teixeira disse que a Câmara está à disposição e que Santana de Caldas terá, no mês de agosto, a primeira Festa do Café, para valorizar os produtores da região.

Café da tarde

A reunião de apresentação do Visite Caldas também foi um momento de trocas e fomento de negócios entre os participantes. O café servido durante o evento teve produtos feitos por empresas e artesãos locais, com doces, vinhos, queijos, iogurtes, pães, bolos e farináceos. A ideia foi mostrar a riqueza e diversidade da produção alimentícia do município, em uma mesa cuja decoração também contemplou a produção artesanal de cestos de palha da Arte Caldas e objetos decorativos de artesãos locais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *